Sem categoria

Conselheiro do SP revela vitórias na Justiça contra gestão de Leco e ataca candidato à presidência do CD





Fonte do post YAHOO ESPORTES

O São Paulo segue em ebulição política fora de campo. As chapas concorrentes à presidência do Clube e Conselho Deliberativo estão em campanhas abertas, buscando apoios e revelando questões de bastidores.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O blog havia entrevistado os conselheiros Denis Ormrod e Olten Aires Jr.. O segundo é candidato à presidência do CD na chapa de Júlio Casares. Denis disse que entrou na justiça contra atitudes do presidente Leco e ganhou algumas causas, mas foi desmentido por Olten.

Leia também:

Em carta enviada ao blog, Denis ataca Olten e mostra vitórias judiciais em duas das três questões solicitadas, pedindo o afastamento do presidente Leco. Leiam abaixo.

São Paulo, 17 de Julho de 2022.

Ao

Sr. Olten Ayres de Abreu Junior

Prezado Sr. Olten,

Ao tomar conhecimento de vosso discurso em live virtual realizada no programa do Sr. Alexandre Praetzel datado de 14/07/2020 na rede social Youtube, onde afirmou que “quanto as questões judiciais, eu te confesso que eu as não conheço com detalhes, o que sei é que as decisões judiciais até o momento não foram favoráveis ao pleito do Denis”, cumpre-me informar e lhe atualizar do seguinte:

Inicialmente, frisa-se que a sua informação carece de conhecimento técnico aprofundado. A título informativo, os pleitos judiciais dizem respeito (i) a ausência de transparência em acessar e/ou aprovar contratos, documentos e operações em geral do SPFC pelos membros do Conselho Deliberativo, (ii) a gestão temerária/irregular da atual Diretoria, a qual vem descumprindo de forma contumaz o orçamento aprovado de 2019 e aumentando mês a mês o défice e endividamento do nosso SPFC em 2022 e (iii) ao cumprimento do Estatuto Social, Lei Pelé e Lei do Profut pela atual Diretoria e Presidente do Conselho Deliberativo, o que não vem sendo realizado.

Aliás, tais ações visam proteger o patrimônio, reputação e finanças do SPFC, utilizando-se de legitimidade e competência estatutária que possuo como conselheiro eleito pelos associados, função na qual V.Sa. também possui como conselheiro vitalício, contudo sequer se preocupa(ou) em proteger os interesses da instituição, tendo V.Sa., salvo melhor juízo, anuido com diversos atos, contratos e assuntos nas reuniões do Conselho Delibrativo e silente em diversos assuntos que deveria ser objeto de refutação e reprovação por parte dos conselheiros, inclusive de V.Sa., o que ajudou a levar a atual Diretoria do SPFC em contrair o MAIOR ROMBO FINANCEIRO E PIOR GESTÃO (TEMERÁRIA) DE 90 ANOS DE HISTÓRIA DOSPFC, qual seja, (i) défice de R$ 156 milhões (estourando 15.700% o orçamento aprovado pelo CD de superávit de R$ 1 milhão) em 2019 e endividamento de R$ 503 milhões em 2019 e (ii) aumento a cada mês do défice (R$ 80 milhões – totalizando R$ 236 milhões) e endividamento (R$ 570 milhões) até Maio/2020.

Importante lembrar que os membros do Conselho de Administração são responsáveis solidários e ilimitados pelos prejuízos causados às entidades desportivas oriundo da aprovação desenfreada de contratos/assuntos prejudiciais ao SPFC e inércia estatutária, legal e moral no exercício da função, sendo enquadrados como dirigentes desportivos pela legislação aplicável.

Antes de V.Sa. asseverar ao público em geral sobre assuntos de terceiros, V.Sa. deveria ter cautela e auxílio de embasamento técnico-jurídico para analisar cada caso, ainda mais sendo um candidato à Presidência do Conselho Deliberativo nas próximas eleições previstas para ocorrer em Dezembro/2020, oportunidade na qual poderia facilmente constatar o atual andamento dos feitos, os quais são públicos e, pelo contrário do que diz, alguns já foram procedentes e outros ainda estão em discussão e aguardando decisão final de mérito.

Para aclarar sobre os casos que V.Sa. diz ter não ter (i) conhecimento e (ii) sido favoráveis ao ora signatário, segue abaixo andamento dos casos, devendo V.Sa. ter mais prudência ao comentar os assuntos internos do SPFC para o público em geral:

Denis Ormrod x SPFC – Produção Antecipada de Provas nº 1035769- 85.2019.8.26.0002, em trâmite na 1ª Vara Cível do Foro do Butantã: ação pleiteando (i) o acesso dos contratos de jogadores e intermediários nas transações envolvendo o Diego Souza, Cueva, Hernanes, Jucilei, Petros, Maicon e Antony; (ii) acesso a relatórios fiscais e (iii) acesso a documentos e esclarecimentos do departamento de golfe. Ação foi JULGADA PROCEDENTE e a atual Diretoria do SPFC, em total demonstração protelatória e de má-fé, resiste à entrega dos contratos e documentos. SPFC recorreu forçando a resistência na entrega dos documentos, mesmo não podendo recorrer por vedação legal expressa do art. 382, p. 4º, do NCPC.

Denis Ormrod x SPFC – Produção Antecipada de Provas nº 1004984-71.2019.8.26.0704 em trâmite na 2ª Vara Cível do Foro do Butantã: ação pleiteando (i) o acesso dos contratos de empréstimos bancários no valor aproximado de R$ 106 milhões; (ii) o acesso às gravações de áudio e vídeo das reuniões do CD em determinada(s) reunião(ões) em 2019; (iii) esclarecimentos sobre se os contratos bancários foram aprovados préviamente à reunião do CD; (iv) envio do contrato e informações dos refletores e placar eletrônico do estádio do morumbi. A atual Diretoria do SPFC, em total demonstração protelatória e de má-fé, resiste à entrega dos contratos e documentos. Ação aguarda decisão sobre eventual pedido de suspensão do processo por conta do julgamento do Tema 1000 do STJ a respeito da aplicação de multa diária, o que é meramente pedido acessório e não o principal que é de entrega dos documentos e informações. O Autor, em demonstração de boa-fé, desistiu desse pleito de multa diária e SPFC não concordou, o que, por si só, demonstra a má-fé em não conceder acesso aos contratos a conselheiro(s), prejudicando financeiramente o SPFC com tal não concordância.

Denis Ormrod x SPFC – Produção Antecipada de Provas nº 1006315-88.2019.8.26.0704, em trâmite na 3ª Vara Cível do Foro do Butantã: ação pleiteando (i) o acesso dos contratos de jogadores e intermediários nas transações envolvendo Daniel Alves, Juanfran, Raniel, Biro Biro, Calazans, William Farias, Everton Felipe, Nene, Jean (goleiro), Eder Militão, Marcos Cipriano, Gabriel Sara, Kieza e Vagner Mancini; e (ii) acesso a contratos e esclarecimentos da ESC Fonseccas e Grupo Action (segurança). A ação foi JULGADA PROCEDENTE e a atual Diretoria do SPFC, em total demonstração protelatória e de má-fé, resiste à entrega dos contratos e documentos. O SPFC recorreu forçando a resistência na entrega dos documentos, mesmo não podendo recorrer por vedação legal expressa do art. 382, p. 4º, do NCPC.

Denis Ormrod x SPFC – Ação de Obrigação de Fazer c/c Tutela de Urgência nº 1000924-21.2020.8.26.0704 em trâmite na 1ª Vara Cível do Foro do Butantã: ação pleiteando o afastamento provisório e preventivo dos Srs. Carlos Augusto de Barros e Silva (Leco) e Marcelo Abranches Pupo Barboza em virtude de gestão temerária/irregular, violações do Estatuto Social, Lei do PROFUT e Lei Pelé, bem como convocação de reunião extraordinária para votação da destituição dos mesmos. Juíza preferiu aguardar o contraditório do SPFC em decisão liminar, haja vista ser um tema importante. O SPFC e Sr. Pupo apresentaram contestação/manifestação e Autor apresentou sua Réplica.

Aguardando manifestação do SPFC sobre a Réplica.

Denis Ormrod x SPFC – Ação de Obrigação de Fazer c/c Tutela de Urgência nº 1003771-93.2020.8.26.0704 em trâmite na 2ª Vara Cível do Foro do Butantã: ação pleiteando a convocação de reunião online bimestral e para aprovação das contas de 2019, não realizadas pelo Sr. Pupo. A juíza não concedeu a liminar, pois preferiu aguardar o contraditório do SPFC. No momento aguarda-se a citação do SPFC e apresentação de contestação. Julgamento de mérito ainda em andamento.

Conforme podemos compulsar dos andamentos acima, não há qualquer improcedência das ações movidas pelo ora signatário, conforme informado por V.Sa. na live online supramencionada. Muito pelo contrário, há procedências em algumas, não cumpridas as decisões judiciais pelo SPFC, e outras ainda em andamento aguardando decisão de mérito com fortíssimas possibilidades de êxito. É triste vislumbrar esse comentário por parte de V.Sa., sendo que V.Sa. tem acompanhado a atual gestão temerária/irregular e a PIOR DE TODOS OS TEMPOS do glorioso SPFC.

Outrossim, caso V.Sa. tivesse acompanhado as discussões no Conselho Deliberativo e conhecimento dos casos acima, tenha certeza que V.Sa. poderia auxiliar o ora signatário na busca incansável pela transparência e regularidade na gestão atual do SPFC.

Por fim, ressalto que estou a sua disposição para informá-lo com maiores detalhes sobre os assuntos acima, caso ainda não tenha sido suficiente para a sua compreensão.

Atenciosamente,

DENIS ORMROD

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Gosta de dicas de futebol para investimento desportivo? Então visita agora mesmo Palpites Copa do Mundo e prepara-se para viver a emoção do maior campeonato do planeta.